domingo, 2 de agosto de 2009

Lição do dia: GUIAS ARREBENTAM!

Acabo de retornar de uma verdadeira aventura digna das páginas do Marley!
Ai...
Estavamos eu e Bibi calmamente passeando no que chamo de Parquinho da Bibi (uma área verde grande e plana que tenho aqui no condomínio, quase em frente de casa).
Por sorte tinha acabado de recolocar a guia nela quando um rapaz apareceu com uma gaiola de passarinho. Para ser sincera, quem realmente viu eles chegando não fui eu, até porque estava distraída ao celular sentindo o calor do sol no rosto e achando que me encontrava em Westminster, numa paisagem bucólica com meu cãozinho lindo, pertencente a uma raça conhecida por sua inteligência, fidelidade e "obediência".
Lógico que Bibi varou as dezenas de metros que nos afastavam do rapaz, me arrastando ao seu encalço enquanto eu gritava informando "é só um passarinho!!!".
Para minha surpresa o rapaz olhou fixamente para mim e apontou para baixo, para o que me pareceu ser um pequeno tufo que grama seca, mas que rapidamente se mexeu e se mostrou ser, na verdade, um minúsculo York Shire.
Vocês não imaginam a cena dantesca que se iniciou!!!
Bibi corria em direção e em volta (ao mesmo tempo) do pobre cãozinho. Eu, mais pobrezinha ainda, tentava manter a fleuma fingindo estar conduzindo-a, apesar de claramente ser o contrário.
Mas o danado do Bob (pois rapidamente fizemos as apresentações devidas) não se tocava de sua minúscula estatura e continuava a provocar minha enorme, porém praticamente retardada, labradora. Foi um verdadeiro show de dança... Bibi, Bob e EU. O rapaz olhava, pasmo, e ainda me lembro claramente quando ele falou: ainda bem que você está com guia!
Não lembro mais de muita coisa... pois neste momento senti um alívio imenso na pressâo exercida sobre meu braço direito e um suave, quase inaudível, clic.
A guia tinha se partido! (confesso que estava bem mastigada pela Bibi e que já estava sendo considerada uma temeridade pelo pessoal da PET SHOP).
Não sei bem como encadear o que veio a seguir, mas lembro que Bob parou de rodopiar e pegou uma única reta em direção a sua casa. Também lembro de uma enorme mancha amarela em seu encalço com o que me pareceu ser um quilo de presunto parma para fora da boca.
Minha sandália havaiana se desmontou e me vi, ridiculamente, correndo atras dos dois e sendo facilmente ultrapassada por um rapaz ansioso gritando BIBI!!!
Quando tudo se acalmou tive que traze-la pela coleira através de um pedaço mínimo de guia, carregando minha havaiana na outra mão e um sorriso amarelo na cara...
Zilhões de desculpas... explicações sobre como ela era simpática e adorava fazer novas amizades... e uma tentativa vã de recuperar a dignidade perdida!
O passarinho? Deve estar rindo até agora!
Alguém sabe quanto custa uma labradora de quase 7 meses???

4 comentários:

  1. Adorei o post Carlinha...ri desesperadamente. Mais do que com o vídeo do casamento. Muitos beijos e energia positiva para amanhã.

    ResponderExcluir
  2. Carlinha, só vc mesmo! rsrs
    Boa sorte amanhã!
    Que Deus te ampare e proteja sempre.
    Estamos contigo. bjs nossos!
    Mamy manda um beijo especial! Nanda

    ResponderExcluir
  3. Hahahaha!!! Só vc Carlinha!!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Adorei Carla..
    Virginia me mostrou ontem o seu blog...
    Claro que vou ser mais uma seguidora!!!
    Beijos!

    ResponderExcluir